sábado, 20 de outubro de 2012

OUTUBRO JÁ ENTARDECE.



OUTUBRO JÁ ENTARDECE.

Manhã o sol brilhou
Mas logo se apagou.
Ficou atrás da nebulosidade,
Uma chuva doida desabou.
Dia se assemelha a minha alma
Desanimada e cansada
Já clamei, mas não ouvi resposta.
Deus! Onde estás que não me ouves?
Preciso da tua graça,
Vejo-te no caminho.
E no meio da multidão.
Preciso tocar nas tuas vestes
Alcançar a tua misericórdia
Responde-me...
Disseste-me: clama e responder-te-ei
Te mostrarei coisas  belas grandes
Que não sabes.
Não quero que a minha fé se abale.
Quero Senhor ver, meus milagres atendidos.
Não quero perecer sem anunciar os teus feitos.
Ouve-me...
Terezinha C Persson
20/10/2012


Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores