quinta-feira, 7 de julho de 2011

PELAS VEREDAS

Pelas veredas

Pelas veredas
Da vida fui caminhando
Semeando sonhos.

Alguns como rosas
Floresceram outros
Entre os espinhos
Pereceram.

Não cansei...
Nas veredas prossegui
Céu colorido me cobria
Entre tanta beleza eu flutuava
Colhi sonhos
Colhi rosas.

Meus pensamentos
Pelas veredas se perderam...

Terezinha C Werson
29/6/2011




ESTRADAS E ATALHOS


Estradas e atalhos.

Por estradas e atalhos
Muito andei...

Tirei pedras
Colhi flores.

De cobras e escorpiões
Desviei-me.

Entre pássaros e borboletas
Eu voei...

O sol forte me queimou
Mas na sombra da palmeira
Descansei...

Ventania e poeira
O meu corpo maltrataram
Cai chorei...
Na minha fé eu vacilei.

Nas estradas e atalhos
Uma fonte eu achei
Minha sede saciei...
Essa fonte é JESUS.

Terezinha C Werson

quarta-feira, 6 de julho de 2011

POETA BENDITO

Poeta bendito

Da morte faz um poema
Das lagrimas enche um cântaro
Para as rosas regar.

Do soluço melodia
Da dor uma inspiração.

Olhar perdido
Na imensidão
Da tristeza
Vai transformado
Em versos
A angustia e a solidão...

Deus! Quanta dor!
Nesta ultima caminhada
No silencio angustiante
Vai sussurrando
Bem baixinho...
Vai com Deus.

Um dia! Te encontrarei...
E esta dor e esta saudade
Em versos transformarei...

Terezinha C Werson

terça-feira, 5 de julho de 2011

ENTRE GALHOS

Entre galhos

Por entre os galhos
Eu vejo,
Vários, casebres.
Cobertura céu azul
Tapete o mar esmeralda
Galhos quase secos
Mas, ainda resta
Algumas folhas
E flores.

A noite vai chegando.
Por entre galhos, eu vejo
O sol quase se escondendo
E um barquinho solitário
Vai chegando devagar,
Na solidão do lugar.
Um barquinho solitário...
Mais solitário do que eu...

AUTORA:TEREZINHA C WERSON--SANTOS--15/4/2007

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores