quinta-feira, 11 de abril de 2013

EU QUERIA ENTENDER


EU QUERIA ENTENDER.

Queria entender
Porque sábio e quem sabe muito
Quem tem instrução
Ou quem tem conhecimento profundo.
Aqueles que agem com sensatez e são prudentes.
Vejo estes cheios de instrução
Todos os dias nos jornais
Agirem com insensatez
Com imprudência
Sem conhecimento nenhum
Falando  coisas tolas.
Nada instrutivas.
De teologia  tudo entendem
Nesse entender pregam
Suas verdades
Ferindo o seu próximo.
São certos agem dentro da lei,
Mas dividir o seu pão nem pensar!
Isso entendo:
Que o matuto sem instrução
Grosseiro rústico
É um sabedor.
Usa sabedoria da vida
Para falar, e para pensar.
Esse eu sei: sabe agir com prudência
É sensato dentro do seu modo rústico
Do homem sofrido do campo
Alma machucada pela secura da terra
Sem água e sem pão,
Aprenderam há dividir o pouco
Que lhes chegam as mãos
Em tudo dão graças
Pela chuva e pelo sol.
Esses eu entendo
São os verdadeiros sábios.
Terezinha C Werson
11/4/2013


EU AMO


Eu amo...
DEUS!

Amo  os dias ensolarados
O sol se banhando no mar, rolando nas ondas.
As flores cobertas de borboletas coloridas
O céu azul enfeitado de pássaros
O vento tocando leve nas folhas das palmeiras
O amanhecer chegando silencioso
O entardecer  se despedindo bem... Suave
A noite azul coberta de estrelas
O luar clareando minha rua
A solidão da madrugada
O orvalho caindo sobre as flores
A brisa leve tocando no meu rosto
Ouvir o murmúrio do rio quase lamento
A chuva miúda escorrendo na vidraça
A mão de Deus me segurando
O sussurro dos anjos
Bem... Carinhoso...
Eu amo o silencio
Porque escuto a voz de Deus...
Terezinha C Werson
11/4/2013


domingo, 7 de abril de 2013

SEMENTES DE ILUSOES

SEMENTES DE ILUSÕES

                           

De sonhos
Enchi as mãos.
Entre as flores
Semeie, vi alguns
Florescerem.

Nos vales
Soltei as esperanças.
Para o infinito voaram...

Sementes de ilusões
Plantei na minha estrada.
Algumas em rosas
Transformaram-se
Outras pereceram.

Libertei meus pensamentos.
Correram entre montanhas e vales,
Entre as ondas brincaram
Nos rios e cachoeiras
Mergulharam.
Em poesias transformaram-se...

Assim vou colhendo sonhos
Procurando as esperanças
Cuidando das ilusões que restaram.
Meus pensamentos?
Esses continuam libertos.
Terezinha C Werson
5/4/2013

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores