sábado, 8 de janeiro de 2011

ÀS VEZES SOU ÁGUIA.

ÀS VEZES SOU ÁGUIA.

Quando a tempestade chega
Crio asas...
Transformo-me em águia
Fujo para as montanhas
Lá procuro abrigo.

Quando eu me afastar
E ninguém me encontrar
Já sabe eu sou uma águia
Que no topo da montanha
Achei abrigo seguro,
Descanso e muita paz
Estou pertinho do céu
Vai ser difícil me encontrar.

Tentarei renovar
O meu espírito
Quero ver esse milagre
Lá deixarei as vestes velhas
Retornarei renovada
E vestes brancas terei...

Terezinha C Werson
8/1/2011

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Piso nas folhas secas.

Piso nas folhas secas.


Pelo campo vou caminhando...
Piso nas folhas secas,
Piso bem... De mansinho...
Para as folhas não machucar
Vou seguindo pensativa
Tão triste que dói o peito
Penso em DEUS...
Com ele eu vou falando
Tentando acabar a dor
Que esta aqui no peito
A causa nem sei dizer
Não sei se a beleza
Deste campo
Tão belo! Mas tão solitário...
Ou quem sabe esse crepúsculo
Que está se despedindo...
Sobre as folhas
Ajoelho-me
Eu a solidão e o meu DEUS.




Terezinha C Werson
7/1/2011

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores