terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

O QUE ME RESTA?

O que me resta?


Contemplar o céu olhar a beleza
Das nuvens das estrelas da lua
Do sol da chuva
Andar pelas ruas
Liberta das paredes.


Andar respirar como quem sonha
Falar com Deus em oração.


Resta-me...
Colher flores no jardim da vida
Para enfeitar os meus sonhos
Minha estrada os meus dias
Minhas noites
O meu adormecer e o meu despertar.


Resta-me...
Agradecer pelas bênçãos
Pelo sorriso pelo choro
Pelo pão pelo irmão
Pelo o que me acolheu
Pelo que me ignorou
Pelo que me deu a mão
Pelo o que me deixou no chão.


Resta-me...
Colher flores no jardim da vida
Enfeitar a minha estrada
Que está quase acabando
No final eu quero rosas
Quero uma musica suave
Levando-me como sonho...


Acordar na madrugada
Noutra rua
Num jardim todo florido
Onde as flores nunca morrem
Onde o perfume é eterno
Eu quero Deus...


Terezinha C Werson
16/2/2011







ALMA

ALMA


A alma ninguém vê fica escondida
Ninguém sabe quando chora
Ninguém sabe quando canta
Ninguém sabe nem se importa...
La dentro só ela
Sabe, das angustias e da tristeza...
Vai lentamente morrendo
Num silencio tão... medonho
Num lago chamado pranto.


Terezinha C Werson
15/2/2011

CHORA...

Chora...

Chega de fingir...
Vi teus olhos
Vermelhos.
Uma lágrima
Parada quase caindo.
Vi teu peito
Todo tremulo.
Vi tua face tristonha
Vi tuas mãos
Secando as lágrimas
Vi que estavas fingindo...
Vi que tu querias
Sumir nesta imensidão...
Sem destino
E sem rumo.
Ou será que queres
Voar como pássaro
Solitário? Descansar
Em outro ninho
E lá longe bem... Distante...
Derramar todo o teu pranto
E um canto solitário
Sair num grito tão alto!
E naquele ninho morrer...
Junto de ti só um anjo
Enxugando a tua face
E te embalando no colo...

Terezinha C Werson
15/2/2011

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores