quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Caminho da solidão.


Caminho da solidão.

 

Entrei em um caminho

Comecei a caminhar

Só eu e a solidão.

 

Pês descalço

Alma desnuda,

Não parei de caminhar.

 

Pisei de leve nas folhas

Para o silencio não quebrar

E nas curvas do caminho

Eu parei pra descansar.

 

Recostei-me sobre um galho

E fiquei a meditar

Os galhos se estenderam

Só para me agasalhar.

 

A beleza das flores

Levavam-me para pertinho

Dos anjos, que escondidos.

Olhavam-me a caminhar

Na solidão do caminho.

 

Ouvi o vento baixinho

E o canto dos passarinhos

Na solidão do caminho

Um raio de luz

Me cercou

De joelhos sobre as folhas
Falei com o meu SALVADOR.

Terezinha C Werson

 

 





Que bela minha primavera.


Que bela minha primavera.

Que bela essa primavera
Azul, amarelo ouro.
Sol brando aquecendo à tarde
Pássaros voando alto,
Quase entrando no azul.
Outros voam baixinho...
Roçando nas flores da primavera
Pra beleza da minha primavera
Ouvi o silencio de Beethoven.
Para ouvir essa beleza
Os pássaros silenciaram
E à tarde de primavera
Ficou muito mais florida.
O azul ficou mais azul
O sol ouro brilhou majestoso.
Terezinha C Werson
7/10/2012


Uma réstia no teto.


Uma réstia no teto.


 

Ontem acordei ouvindo

As gotas da chuva

Na vidraça.

 

Recostei-me sobre o vidro

Olhando a chuva

Que caia sobre as plantas.

 

Vi as gotas sobre a rosa

Que viçosa agradecia.

 

Hoje acordei.

Vi uma réstia no teto do meu quarto,

Levantei-me abri a janela

Sobre ela debrucei-me...

 

Olhei para o céu estava azul aveludado

Um belo sol aquecia as plantas

E a bela rosa brilhava.

Pétalas abertas agradeciam

Pela chuva de ontem

E pelo sol que hoje aquece.

 

Eu agradeci ao Senhor

Por tanta beleza!


                                                     TEREZINHA C WERSON

AQUI ESTOU


AQUI ESTOU.


Aqui estou na solidão
Do entardecer, céu cinzento.
Gotas miúdas caem deixando
À tarde tristonha
 Um silêncio medonho.

Aqui estou.
Olho lá fora
Tudo sem graça
Não vejo
Nem nuvens, nem pássaros voando.

Aqui estou.
Neste silencio
Eu e Deus.

Terezinha C Werson
6/6/2012



Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores