sexta-feira, 25 de junho de 2010

Despertar melancólico

Despertar melancólico



Despertei ainda escuro.
Janelas fechadas
Frio cortante, melancolia...
Desejo de chorar como criança
Gritar bem alto! Para Deus me ouvir
Como enxergar o amanhecer
Se as janelas estão fechadas?
Abri uma janela olhei para o céu
Uma neblina fria e escura cobria o céu.
Pura melancolia...
Novamente olho para o céu
E observei vários pássaros voando
Numa linda harmonia
A neblina e o frio
Não impediram aquele voou
Tão belo!
Despertei meus sentimentos
Abri a janela da alma
Entrei na neblina gelada
E com os pássaros voei...
Procurei me libertar como os pássaros
E na neblina me perdi...
Cochichei para Deus
Ele me ouve sem gritos
Acalenta-me nas manhãs
Nebulosas da vida
A melancolia transforma-se em alegria.
Aprendi com os pássaros
Nao importa a neblina
Eles voam, bem alem do infinito
Um belo sol encontraram.
Bem alem do infinito
O meu sol encontrarei...





Terezinha C Werson -24/6/2010

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores