quinta-feira, 17 de junho de 2010

Que o sol da manhã aqueça-me

Que essa neblina se desfaça
Que o sol da manhã
Aqueça-me.

Que não haja trevas
Que a tua lâmpada
Clareie a minha estrada.

Que essa tempestade seja
Passageira
E o orvalho da manha
Caia sobre mim.

Que o vento forte se abrande
E uma suave brisa
Acaricie-me levemente.

Que o mar agitado
Se acalme
E ondas mansinhas
Toque sobre mim suavemente.

Que o meu céu não escureça
E o seu manto azul
Cubra-me.

TEREZINHA C WERSON

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores