terça-feira, 31 de agosto de 2010

ACOSTUMEI

ACOSTUMEI


A andar só
E por caminhos estreitos.


A dizer sim quando não quero
Evito contendas.

Acostumei a com as insatisfações
Que a vida me reserva.
A sorrir, quando o desejo é chorar
Acostumei com a indiferença
Do meu próximo.

Ficar muda, quando quero falar
A fingir surdez, quando tudo ouço
A escrever e não falar.

TEREZINHA C WERSON
31/8/2010







 Por largas estradas...

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores