domingo, 12 de setembro de 2010

Da minha janela

Da minha janela

Vejo a poesia
Voando como pássaros
Se movendo lentamente entre as nuvens...

Caindo na gota da chuva
no olhar de uma criança.
Na lentidão
Dos passos do ancião.
Na beleza da juventude.

Vejo a poesia
Como a gaivota
Sumindo no infinito.

Na poesia vejo Deus...

Terezinha C Werson

Um comentário:

tania disse...

Palabras poderosas, las siento como si me estuvieran recitando el poema.
Mi mente quizá no lo entienda del todo pero mi corazón ciertamente lo hace.

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores