sábado, 26 de novembro de 2011

CRÔNICA

Crônica



Meus valores.
Minha infância
Feliz, pai austero
Porem presente.
Colo não lembro
Mas lembro do homem
Que sabia curar minhas feridas,
Palavras firmes, porem repreensão
Saudável, muito ouvi de meus pais.
Respeito ao próximo, aos velhos respeito
 Doçura nas palavras, união entre irmãos
Em volta da mesa silencio... Horas das refeições
E sagrada,quando chamava um filho
Jamais podíamos responder espere um pouco.
Obediência. Deus, respeito, verdades, falar baixo
Humildade gratidão, e honestidade
Éramos sete filhos, ensinamentos iguais a todos
Dizia: quando alguém fala ouve-se, jamais interromper
Ou se intrometer nos assuntos dos mais velhos.
Leia muito quando não souber o significado
De uma palavra olhe no dicionário. Quando receber visita se comportem.
Ao visitar alguém faça o mesmo. Recebi algumas palmadas necessárias em troca recebi ensinamento que me trouxeram
Um grande aprendizado, faculdade não tive.
Mas tive pais sábios.
Este tesouro guardo com carinho. Vale mas do que muito ouro.
E muitas faculdades.

Terezinha C Werson



Um comentário:

Evanir disse...

Fui no blog do Ataide meu amigo e vim fazer uma visita.
Fiquei encantada com seus poemas são lindos gostaria de postar no meu blog.
Meu blog esta em reforma mesmo assim convido para conhecer e seguir se gostar.
um feliz semana beijos no coração.
Evanir

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores