quarta-feira, 4 de julho de 2012

NO ESPELHO.


No espelho.

 

Eu vi os fios

Dos meus cabelos

Antes negros,

Hoje fios prateados.

 

Minha face antes

Macia aveludada,

Hoje linhas finas

Marcam  o meu rosto

Ou, velhice impiedosa.

 

Minhas mãos

Antes fortes,

Hoje trêmulas

Sem firmeza.

 

Meus passos

Antes ligeiros

Hoje são vagarosos.

 

Meus olhos antes

Enxergavam além das

Montanhas azuis,        

Hoje  a montanha está distante

 

Na minha memoria  tudo eu guardava...

Hoje escrevo minhas memorias

Para não as esquecer.

 

Meus sonhos que enlouquecidos

Voavam... Pelo infinito.

Hoje tristonhos

Aquietam-se na solidão

Do silêncio...


Terezinha C Werson

4/7/2012

Um comentário:

Sónia M. disse...

Um poema que emociona Terezinha!!
Muito bem conseguido! Parabéns

Tenha uma ótima sexta feira e um fim de semana cheio paz e alegrias!

Um beijo
Sónia

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores