quarta-feira, 14 de abril de 2010

PRAIA DA SOLIDÃO






PRAIA DA SOLIDÃO

Praia, areia
Um casebre,
Um barquinho
Quase na areia,
Todos solitários.

Mar, ondas quase parando.
Lá... No horizonte
Montanhas, grandes e pequenas,
São tantas as montanhas
Que nem consigo contar.

Cobrindo o mar,
O céu azul quase branco
E apenas a solidão.
Pouco, a pouco
Algumas gaivotas sobrevoam
Mais, logo formam um bando,
Bem... De leve vão saindo.
A solidão é tão grande!
Que as gaivotas sumiram
E na solidão só ficou
O mar, o casebre, e o barquinho.

Autora: Terezinha C Werson-Santos-2007

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores