segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Fumaça da chaminé


Fumaça da chaminé

Fogão a lenha
Brasa vermelha
Panela de barro.

Um doce de goiaba,
Banana, e de caju.
Cheiro bom se espalhando pela casa
Fumaça saindo da chaminé
Gente conversando
Até o anoitecer.

As gargalhadas bem... altas!
Das histórias do passado
Nem sei se eram inventadas.

Uma viola tocando
Um som alegre
Mas de muita nostalgia
Café, bolo de fubá,
Tapioca macaxeira,
Mesa grande arrumada
Toalha toda rendada,
Branquinha como algodão
Bancos largos aconchegantes.

É hora de servir,
Vem minha gente se assentem
Depois de se alimentar
A prosa vai recomeçar.

O cheiro da flor de laranjeira
Cravo canela e alecrim,
Aqui tristeza não entra
Só a lua e as estrelas
O sussurro do vento
E o morador dessa casa
Que tem por nome JESUS.

TEREZINHA C WERSON
13/12/2010

Um comentário:

MARIA JEREMIAS DOS SANTOS disse...

LINDO BLOG, AMIGA!
ADORO POESIAS COM CHEIRO DE FLOR DE LARANJEIRA RSRSRS JÁ ESCREVI UMA POESIA COM ESSE TÍTULO.

ABRAÇOS E TUDO DE BOM.

http://mariabonitaepoesia.com.br

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores