quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Uma réstia no teto.


Uma réstia no teto.


 

Ontem acordei ouvindo

As gotas da chuva

Na vidraça.

 

Recostei-me sobre o vidro

Olhando a chuva

Que caia sobre as plantas.

 

Vi as gotas sobre a rosa

Que viçosa agradecia.

 

Hoje acordei.

Vi uma réstia no teto do meu quarto,

Levantei-me abri a janela

Sobre ela debrucei-me...

 

Olhei para o céu estava azul aveludado

Um belo sol aquecia as plantas

E a bela rosa brilhava.

Pétalas abertas agradeciam

Pela chuva de ontem

E pelo sol que hoje aquece.

 

Eu agradeci ao Senhor

Por tanta beleza!


                                                     TEREZINHA C WERSON

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores