domingo, 24 de janeiro de 2010


Prisioneiro numa gaiola

Muitas vezes somos prisioneiros
Dentro de uma gaiola de porta
Aberta porque será?
Medo de enfrentar o mundo?
De voar e cair?
Ou apenas falta de vontade de enfrentar situações.
Parece fácil mais às vezes é imensamente
Difícil tomar uma atitude.
Tem alguns que mesmo com a porta fechada eles
Batalham para que a porta se abra e eles se libertem
Mesmo que se machuquem enfrentarão qualquer dificuldade.
Os fortes se libertam
Os fracos ficam na porta olhando
Nada tentam sentem desejo de liberdade
Mais nada fazem.
Com certeza uma desculpa terá
Minha asa está machucada não posso voar
Quem sabe amanha...
Talvez o amanhã chegue tarde de mais
Quando as asas já estivem enfraquecidas.

TEREZIHA C WERSON

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores