quinta-feira, 4 de março de 2010

Acordei



Acordei

Acordei cedo.
Café nem tomei
Alma cansada
Corpo cansado
Um pouco angustiada.

Me sentido
Na caverna de adulão,
Falando como Davi.
Quem me dera asas
Como de pomba!
Voaria e acharia pouso,
Eis que fugiria para longe...
Ficaria no deserto.
Fugiria da fúria
Do vento, e da tempestade.

La fora, um belo dia
Sol brilhando
Debruçado sobre o mar
Acho que para aquecer
As ondas que levemente
Dançam sobre a areia.
Mas, ainda me sinto
Como Davi,solitária
Na caverna de Adulão.
Senhor, livra-me
Desta caverna,
Me põe sobre uma rocha
Alegra o meu coração.

AUTORA:TEREZNHA C WERSON-SANTOS 30/3/2007

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores