quinta-feira, 4 de março de 2010

A Casinha do campo



A Casinha do campo

A casinha lá... Do campo
No muro, tem alamandas
Todas elas amarelas,
colorindo toda a casa
são tantas, as alamandas
que eu nem consigo contar.
Quando elas caem no chão
ate parece que é ouro
Espalhadas lá, no chão.

Tem roseiras, tem jasmins
Antúrios por toda parte,
Tem coqueiros, e pinheiros
Tem até lírios do vale
Tem flores coloridas
Onde as, borboletas
Faz morada em cada flor.

lá... No fundo da casinha
Tem um rio bem, mansinho...
Que corre bem devagar...
Acho que tem preguiça
Dos garranchos carregarem
Ou corre bem de mansinho...
Só pra ver todos os garranchos,
Nas pedras se encalhar.

Em volta daquela casa
Tem morros, e tem montanhas
Tem arvores, e bananeiras
Tem noite escura, que dá medo!
E noite enluarada.
Tem um sussurro baixinho
que vem lá... Do riozinho...
É para alquebrar o silencio,
Dá longa... Noite do campo.

AUTORA:TEREZINHA C WERSON/PEDRO DE TOLEDO/2006 22/02/07

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores