terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

CHUVA MIUDA


CHUVA MIUDA


Chuva miúda
Caia nos meus cabelos
Escorre sobre o corpo.

Eu olho para o céu
E penso: que beleza Senhor!
Esta chuva miúda
São bênçãos...

Que em forma de gotas
Estão caindo sobre mim
São gotas que cai do céu
Transformam-se em enxurradas
E sobre o meu corpo vai caindo.

Vou andando na calçada
A chuva miúda aumenta
Eu feliz vou andando
Cofiando no meu Deus
São gotas de bênçãos
Que o meu Deus
derramou.


(Terezinha C Werson
9/1/2010)

Nenhum comentário:

Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Capital, Brazil
Gosto de escrever poesias prefiro escrever do que falar gosto de ler,nao tenho autor preferido, o importante é que seja um bom livro. escrever é uma maneira de mostrar o que nos vai na alma.

Arquivo do blog

Seguidores